Um eco no escuro.

Teus olhos mel encontraram os meus depois de tanto tempo buscando poder adentrar tua alma por essas belíssimas janelas que tu tens.
Teus cabelos, que graças a Deus, fogem dos padrões escovados e chapados são um convite à encenação daquela música que é cantada por aí há tempos: “Debaixo dos caracóis dos teus cabelos…”
Teu sorriso franco, sincero e mais do que belo (diga-se de passagem) me contagiaram desde a primeira vez. E te fazer sorrir a cada possibilidade é algo que eu tô sempre buscando.
Te enumerar aqui seria perder tempo demais, já que eu iria falar, digitar, escrever e enunciar muita coisa por muito tempo. Prefiro pensar em você como um guia, não uma luz no fim do túnel.
Como me encontro em algo um pouco além disso, seria mais como um eco, distante, num local escuro. Talvez a tranca se abrindo pra que eu saia, de onde quer que eu esteja.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s