Devaneio desvairado.

Numa loucura que me permeia numa Sexta de bar sem companhia, penso incessantemente no motivo de tamanha solidão que insiste em me cercar e, aparentemente, afastar toda e qualquer pessoa do sexo oposto ao meu, seja para uma saída amigável, seja para um(a tentativa de) encontro.
Essa questão que já há um tempo me consome, quase diariamente, quase literalmente, me faz pensar em diversas de milhares de coisas, ultrapassando a simples barreira do atualmente defasado “por quê?”.
De (quase) tão consumido e consumado por/de desesperança que encontro-me enquanto escrevo essa singela nota tento tirar a culpa de meus ombros, buscando amenizar qualquer que seja o sentimento desconhecido que me habita.
Será que é a camisa que eu escolhi?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s