Fuga interna

​Eu escrevo com o propósito único de satisfazer minha alma e minha mente, irrequietas que só, inconstantes num nó, chega a dar dó.

Minha escrita, escrota, carregada de ideias fajutas, permutas, absolutas, em seus conceitos, se sobrepõe a toda e qualquer razão que tenho.

Minha razão, irracional demais pra não ser sentimento, lamento, tormento, que afugento, quando tomo uma atitude bem simples.

Escrevo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s