Página em branco

Tem um tempo que não me encontro.
Não por completo.
Não tão por perto.

Digo, não estou perdido.
Tampouco aflito,
Tanto que nem solto um grito.

Complicado é o porém que me consome,
a ideia que vem e some,
meu cérebro que tanto sofre,
por fome.

Motivos mil para não escrever,
dois mil para me reter,
outros tantos para não me render.

Procrastinar?
Trabalhar?
Amar?

Voltar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s